Discuta as notícias e acompanhe os campeonatos do bom e velho futebol
  • 1
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12

 Piccolo_san
  •  50048 posts
  •  

    Avatar do usuário



     Tato
  •  4424 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Boa matéria, triste como o Vasco virou o século como talvez entre os 3 maiores clubes do país (em se tratando de torcida, títulos e peso) e hoje é um clube fodido que ficou bem atrás de Flamengo, os 4 paulistas, a dupla grenal e o próprio Cruzeiro

    https://interativos.globoesporte.globo. ... m-gigante/
    Todas as quedas de um Gigante

    Caos financeiro, perda de relevância, redução de torcida e inferioridade perante rivais: entenda como o Vasco passou de potência a coadjuvante em 20 anos

    Imagem

    Com as constantes pancadas levadas pelos vascaínos nos últimos 20 anos, uma frase entrou recentemente no vocabulário de torcedores e até de veículos oficiais do clube: "O Vasco é pra quem acredita". Quem acreditaria que uma camisa que vestia nomes como Romário, Edmundo, Felipe, Pedrinho e os Juninhos no fim do século passado estaria representada hoje por jogadores desconhecidos e com rara presença na Seleção?

    Do quarto título nacional em janeiro de 2001 ao iminente quarto rebaixamento em fevereiro de 2021, o que deu errado? Há seis meses, em agosto, o Vasco chegou a liderar o Brasileiro, mas nem de perto lembrava aquele esquadrão do fim dos anos 90 e início de 2000, que começou com fórmula caseira em 1997, além de desconhecidos oriundos de times pequenos, e foi impulsionado com o aporte do Bank of America - antes chamado Nations Bank.
    A parceria que começou em abril de 1998 terminou em fevereiro de 2001 com uma série de processos judiciais, acusações de falta de pagamento do banco ao clube e dívidas milionárias. Antes, permitiu o retorno de Edmundo (comprado à Fiorentina em 1999) e Romário - então os dois atletas mais bem pagos do país - e outros reforços badalados como Juninho Paulista, Euller, Viola, Júnior Baiano e Jorginho.

    De 1997 a 2000, o clube empilhou taças. Estadual (no início dos anos 1990 chegou ao inédito tricampeonato), Rio-São Paulo, dois Brasileiros, Libertadores e uma Mercosul inesquecível pela virada contra o Palmeiras por 4 a 3, após estar com desvantagem de 3 a 0. O Vasco entrava no século 21 como, indiscutivelmente, uma das maiores potências esportivas do Brasil.

    Pois voltemos a 2021, prestes a alcançar o quarto rebaixamento e com apenas um título nacional no século. Se era o clube carioca com mais participações em Libertadores até 2001 - sete contra seis do Flamengo -, hoje o Vasco vê o rival aumentar sua vantagem ano a ano. Na próxima temporada, a equipe rubro-negra disputará a principal competição continental pela 17ª vez, contra nove participações vascaínas.

    Fora de campo, o clube que iniciou o século com um dos principais patrocínios do país vive há anos em penúria financeira. Em 2019 - os balanços de 2020 ainda não foram divulgados -, o Vasco teve apenas a 12ª maior receita do Brasil, bem atrás de equipes de torcida consideravelmente menor, como, por exemplo, Internacional, Athletico-PR e Fluminense.

    Nessas duas décadas, o que não mudou em São Januário foi a briga pelo poder. Presidente do clube em 11 dos últimos 20 anos, Eurico Miranda, sempre amado e odiado, morreu em 2019, mas sua imagem ainda divide fileiras, como mostrou a última eleição. Roberto Dinamite, entre 2008 e 2014, e Alexandre Campello, de 2018 a 2020, foram os outros presidentes vascaínos no século - Jorge Salgado assumiu no dia 22 de janeiro deste ano.

    Com taças de Brasileiro conquistadas nas três últimas décadas do século passado, o Vasco chegou a quatro títulos nacionais em janeiro de 2001 - em final remarcada depois da queda do alambrado em dezembro de 2000, contra o São Caetano. Desde 1971, quando a competição ganhou o nome de Campeonato Brasileiro, o time era superado apenas pelo Flamengo (com uma Copa União) em número de taças. Hoje também fica atrás de Corinthians, Palmeiras e São Paulo - o Santos é outro com mais títulos do que o Vasco porque a CBF passou a considerar as conquistas da Taça Brasil.

    Figurante nas principais competições do país nos últimos 20 anos, o clube acumula novas dívidas, sustentou fama de não pagar salários em dia e, para sobreviver, recorre a venda precoce por valores irrisórios da ainda resistente fábrica de craques de São Januário.

    Dentro de campo, o Vasco superou os rivais em apenas uma categoria neste século: número de rebaixamentos. Dos 12 clubes de maior torcida do país, é o único que está na iminência de cair pela quarta vez nos últimos 20 anos. Apenas o Botafogo, com três quedas, segue de perto o rival no quesito.

    Confira como o Vasco perdeu espaço entre as maiores potências do país

    TORCIDA

    Entre as sete maiores torcidas do país, somente a do Vasco diminuiu de tamanho entre 2001 e 2019, de acordo com pesquisas realizadas neste período. Na virada do século, a massa vascaína brigava com equilíbrio com são-paulinos e palmeirenses na disputa pelo posto de terceira maior do país. Já na pesquisa divulgada em 2019, há empate entre Vasco, Grêmio e Cruzeiro. Nesse levantamento, o São Paulo tem o dobro da torcida do clube carioca.
    Imagem

    TÍTULOS

    Neste tópico a disparidade fica nítida. Em suas oito primeiras décadas na elite do futebol profissional - o clube chegou à Série A do Carioca em 1923 -, o Vasco havia encarado um longo período de seca apenas nos anos 1960. Neste século, porém, já são duas décadas de figuração. Enquanto o Corinthians acumula a marca de nove títulos importantes no período, os vascaínos têm apenas a Copa do Brasil de 2011.

    Mesmo no cenário estadual, o clube viveu 12 anos de jejum e conquistou apenas três títulos, em 2003, 2015 e 2016. Divide com o Fluminense o posto de grande com menos taças do Carioca nesse período.
    Imagem
    CONFRONTOS DIRETOS
    Desde 2001, o Vasco leva vantagem no confronto direto contra apenas dois de seus 11 principais adversários no Brasil: Botafogo e Fluminense. Diante do Alvinegro, freguês histórico, a diferença entre vitórias e derrotas no período é de apenas uma.

    Contra os outros nove times de maior torcida, o Vasco perdeu mais do que ganhou neste século. A maior superioridade no confronto direto é do Corinthians, que venceu 19 vezes os vascaínos e perdeu apenas cinco.
    Imagem

    FINANÇAS

    Análise de Rodrigo Capelo

    O Vasco tem uma particularidade que o diferencia de muitos clubes. Houve momentos em que suas finanças estiveram saneadas. Em 1989, depois das vendas de Romário e Geovani, o clube praticamente não tinha dívidas e investia em aplicações financeiras. No fim dos anos 1990, jorraram os milhões de dólares do Bank of America. Em ambas as ocasiões, acredite, o orçamento foi até maior do que o do Flamengo.

    A história não transcorreu bem para os vascaínos. Na virada do milênio, Eurico Miranda entrou em guerra com parceiros comerciais e com o mundo. O dirigente adotou uma postura agressiva em tudo o que fazia, inclusive investimentos. Endividou perigosamente o Vasco. E o clube não conseguiu alcançar um crescimento em nível adequado – nem a ponto de resolver seus problemas financeiros, nem para acompanhar o ritmo de rivais diretos.

    O mercado tem uma medida para a saúde financeira: a relação entre receitas e dívidas. E a progressão não é nada boa. Em 2003, as obrigações já eram quase quatro vezes maiores do que a soma das rendas de um ano inteiro. Na verdade, o quadro era ainda pior. A torcida só não sabia disso. Ninguém sabia. O “aumento” repentino que se percebe em 2008 aconteceu porque, na virada de Eurico para Roberto Dinamite, uma série de dívidas foi tirada de baixo do tapete.
    Imagem
    Maior rival vascaíno, o Flamengo também tinha finanças desorganizadas. A história rubro-negra começou a mudar em 2013, quando um grupo de executivos de mercado, aliado a outro grupo de jovens que se “infiltraram” na política, assumiu a administração na gestão Eduardo Bandeira de Mello. Receitas dispararam, pois estavam defasadas. Dívidas foram gradativamente reduzidas. A discrepância nos resultados em campo também é resultado da desigualdade fora dele.
    Imagem
    O Vasco teve por muito tempo um perfil comparável ao do Palmeiras. Ambos tinham torcidas de tamanhos similares em pesquisas de institutos como Ibope e Datafolha, fator importantíssimo para determinar o potencial de arrecadação. E ambos tinham políticas complicadas. Só que o Palmeiras se organizou, a partir da chegada de Paulo Nobre em 2013, e ganhou força com um novo estádio e uma nova patrocinadora, a Crefisa de Leila Pereira. O Vasco ficou para trás.
    Imagem
    Dez anos atrás, a concorrência do Bahia contra clubes de Rio e São Paulo era improvável. Os baianos chegaram à terceira divisão e passaram por crise financeira severa, sobretudo em 2008. A democratização em 2013, baseada numa intervenção judicial que arejou a política, foi o primeiro passo para uma reestruturação política, administrativa e financeira. Hoje é o Vasco que tem dificuldades para competir. Titular da equipe carioca em 2019, Rossi recusou a renovação e preferiu acertar com os baianos no início de 2020.
    Imagem



     X-MAN
  •  19005 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Como a gente bate no vaxquinho. 8-)

     Dantasv2
  •  2415 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Mas é como falam a cada titulo do time a torcida se renova,o pai ja vai comprando camisa junior e bermudinha pra o filhote

    É importante para todo clube

    Vasco teve sorte de nesse periodo de rebaixamento ter ganho brasileiro ,copa do brasil
    Pq ia correr risco de virar um Botafogo

     otzy
  •  6358 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Que brasileiro o Vasco ganhou nesse período de rebaixamento?

     ai caramba
  •  31664 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Dantasv2 escreveu: Mas é como falam a cada titulo do time a torcida se renova,o pai ja vai comprando camisa junior e bermudinha pra o filhote

    É importante para todo clube

    Vasco teve sorte de nesse periodo de rebaixamento ter ganho brasileiro ,copa do brasil
    Pq ia correr risco de virar um Botafogo
    basco num ganha brasileiro desde a copa joão havelange de 2000 meu filho

     Salieri
  •  32358 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Tá aí no (bom) post do cara, o último título do Vasco nos últimos 20 anos foi uma Copa do Brasil.

     otzy
  •  6358 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Sim, li aqui, bizarro o time tinha simplesmente 0 de dívidas, torcida nacional, foda.

     Piccolo_san
  •  50048 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Eu não gosto do Luxa mas ele vai sair sem ter recebido um salário e na passagem anterior foi a mesma coisa.

    Se o Vasco não consegue pagar um aposentado, que chances o time tem de atrair um bom treinador?

    https://www.netvasco.com.br/n/265336/lu ... do-o-vasco

    Enviado de meu Redmi Note 9S usando o Tapatalk

     Mortal Kombat
  •  24325 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Michael Jackson do Egito escreveu:
    otzy escreveu: Que brasileiro o Vasco ganhou nesse período de rebaixamento?
    De futebol de praia claro
    E ainda tem teve libertadores e mundial, ninguém para o time do Bascão no melhor futebol.

    Com relação ao salário do Luxa, ele mesmo que disse que só ia aceitar receber algum salário se salvasse o Vasco do rebaixamento.

     Dantasv2
  •  2415 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Piccolo_san escreveu: Eu não gosto do Luxa mas ele vai sair sem ter recebido um salário e na passagem anterior foi a mesma coisa.

    Se o Vasco não consegue pagar um aposentado, que chances o time tem de atrair um bom treinador?

    https://www.netvasco.com.br/n/265336/lu ... do-o-vasco

    Enviado de meu Redmi Note 9S usando o Tapatalk
    Tem que apostar tudo na categoria de base como o Fluminense e Santos

     Super Fofo
  •  43746 posts
  •  

    Avatar do usuário

    o tópico oficial da morte do vasco valeu????

     Bender mlk top
  •  44439 posts
  •  

    Avatar do usuário

    tanta putaria pra nada



    o vascao vai meter 12 tranquilo

     Prox
  •  27178 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Tem que fazer igual aquele São Paulo 6 x 0 Botafogo em 1999 no caso Sandro Hiroshi, tirar 3 pontos do Inter e colocar 3 pts pro Vasco pela humilhação de ser humilhado

     Lakitus
  •  38744 posts
  •  

    Avatar do usuário

    E o Bascão, mano

     vilela_09
  •  31244 posts
  •  

    Avatar do usuário

    agora o tapetão tem chance de dar certo

     Dantasv2
  •  2415 posts
  •  

    Avatar do usuário

    E sem a receita do publico?

    Tá mais dificil ainda na minha opinião para qm tem divida em curto prazo.

     Metta World Peace
  •  2829 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Dantasv2 escreveu: E sem a receita do publico?

    Tá mais dificil ainda na minha opinião para qm tem divida em curto prazo.
    Duvido que a torcida compareça depois do tetra.
    • 1
    • 8
    • 9
    • 10
    • 11
    • 12

    MENSAGENS RECENTES

    - entrar com 20 milhões de seguidores -Sair[…]

    The money can also be returned on your credit card[…]

    If you are looking for the best way to connect ca[…]

    Quem irá interpretar o motoqueiro fantasma?



    O melhor conteúdo: seguro, estável e de fácil manutenção, desde 2012