Está querendo discutir por horas a fio? Aqui pode ser o seu lugar!

  • 1
  • 2517
  • 2518
  • 2519
  • 2520
  • 2521
  • 2527

 Nitro
  •  33279 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Tráfico de influência

    Art. 332. Solicitar, exigir, cobrar ou obter, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem, a pretexto de influir em ato praticado por funcionário público no exercício da função.

    Pena - Reclusão, de dois a cinco anos, e multa.

    Parágrafo único. A pena é aumentada da metade, se o agente alega ou insinua que a vantagem é também destinada ao funcionário."

    :lolsuper: :lolsuper: :lolsuper: :lolsuper:

     Tulco
  •  12 posts
  •  

    Na moral, esse Ebraim é um vagabundo filho da puta. A vida do cara é defender bandidos ligados ao Bolsonaro na internet.

    Tem denúncias de pessoas falando que esse Gilmar e Arilton cobraram 100 mil, 30 mil, 50 mil, barras de ouro pra liberar verbas do MEC. Aí tem audio do Milton Ribeiro falando que privilegiava as indicações desses dois canalhas.

    E agora esse puto tá fazendo esse malabarismo pra dar a entender que prenderam o cara porque ele vendeu um carro.

    Puts, político cafajeste assim a gente até entende, os caras recebem dinheiro e poder pra isso, agora um mané na internet com esse papinho é de doer. Vendeu a alma pro diabo já.

     Fábio 100 anos
  •  5780 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Eu realmente estou torcendo para que tenha uma CPI na educação como foi da covid. :D
    Gostaria de saber como era a divisão de verbas no ministério e quais critérios técnicos eram tomados pelo ministro antes e depois, além de como era fiscalizado esse dinheiro.

    Se der que tbm abram a CPI da Petrobrás.




    :rock: :rock: :rock:

    Que venha CPI.

     Tulco
  •  12 posts
  •  

    Essa CPI do MEC seria muito mais correta do que a CPI da Covid.

    CPI da Covid era basicamente "ai, Bolsonaro é bobo, genocida, demorou pra responder email, andou sem máscara". Até acharam umas coisas do Ricardo Barro e prevaricação, mas tudo muito pueril. Deu em nada e era de fato só palanque pra Renan e Omar.

    Agora esse do MEC tá fácil. Já tem umas 5 pessoas abrindo o bico de propina direta. Esses pastores gostam de dinheiro como poucas vezes vi. E tudo indica que tinha uma quadrilha grande no MEC.

    Milton Ribeiro era só alguém que virou os olhos e decidiu olhar pro lado nessas corrupções. Na minha opinião ele não tá nem perto de ser o cabeça da coisa.

     GAMEXR BR
  •  3515 posts
  •  

    Avatar do usuário

    songohan2 escreveu: Esperando a manobra mental do Ebraim
    Ela vai vir dizer como é bom para o país, o governo federal estar botando pastores e líderes religiosos no MEC, sem nenhum tipo de cargo, para estarem extorquindo municípios e etc com dinheiro de verba federal em troca de favores pessoais e atividades de cunho religioso. O problema é investigar isso, tudo culpa dos juízes parciais, petistas, mídia golpista e mimi (não lembra um outro grupo de bobalhões políticos uns anos atrás?).

    Esse doido perdeu as capacidades cognitivas, so sabe repetir o que a Jovem Panos e a máquina de propaganda do governo dizem, deve estar tendo orgasmos pagando 7 conto na gasolina e 10 num quilo de tomate. "Nossa bandeira jamais será vermelha".
    songohan2  isso

     Paum cum Çalãmi
  •  9882 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Tulco escreveu: Essa CPI do MEC seria muito mais correta do que a CPI da Covid.

    CPI da Covid era basicamente "ai, Bolsonaro é bobo, genocida, demorou pra responder email, andou sem máscara". Até acharam umas coisas do Ricardo Barro e prevaricação, mas tudo muito pueril. Deu em nada e era de fato só palanque pra Renan e Omar.

    Agora esse do MEC tá fácil. Já tem umas 5 pessoas abrindo o bico de propina direta. Esses pastores gostam de dinheiro como poucas vezes vi. E tudo indica que tinha uma quadrilha grande no MEC.

    Milton Ribeiro era só alguém que virou os olhos e decidiu olhar pro lado nessas corrupções. Na minha opinião ele não tá nem perto de ser o cabeça da coisa.
    Impressão que passa é que uma galera muito chucra liderou este esquema. É um bando de coitados que se deslumbrou com as oportunidades de corrupção que Brasília oferecia e, como não tinha experiência na coisa, acabou montando o esquema da forma mais tosca possível

    Os caras pediam propina na cara dura, chegaram a pedir um quilo de ouro para um prefeito porque o município dele estava em região extrativista. Em outros municípios, solicitaram para as prefeituras financiarem bíblias com a cara do Ministro da Educação. Passavam conta-corrente própria e do genro para realizar o pagamento do esquema. É tudo muito amador, deve ter uma montanha de rastros por aí.

     Ebraim
  •  1465 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Tulco escreveu: Na moral, esse Ebraim é um vagabundo filho da puta.
    Imagem

    E não sou eu que esta dizendo o motivo da prisão foi o dinheiro recebido da venda do carro.

    https://veja.abril.com.br/coluna/radar/ ... e-ribeiro/
    Editado pela última vez por Ebraim em 24/06/2022, 15:29, em um total de 1 vez.

     Ebraim
  •  1465 posts
  •  

    Avatar do usuário

    O próprio Milton Ribeiro acionou a CGU para apurar essas denúncias, isso em agosto de 2021.

    https://educacao.uol.com.br/noticias/20 ... em-pan.htm

     Paum cum Çalãmi
  •  9882 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Imagina você.

    Você é o ministro da Educação e decide denunciar uma turminha suspeita de fazer mutreta. Você não afasta essa galera, não faz nada, deixa eles lá. Além disso, você acha uma boa ideia negociar um carro com essa gente mutreteira mesmo após a denúncia.

    Tudo certo.

     Tulco
  •  12 posts
  •  

    Milton Ribeiro: Ex-minitro diz que foi alertado por Bolsonaro de ação da Polícia Federal.

    Bolsonaro vidente nos trending topics do twitter já. Acho que toda essa história vai mascarar um pouco esses números do desemprego, Ebraim. Tem que divulgar mais, cara. Já vendeu a alma pro capeta, agora serve seu senhor direito.
    songohan2  isso

     Ebraim
  •  1465 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Tulco escreveu: Milton Ribeiro: Ex-minitro diz que foi alertado por Bolsonaro de ação da Polícia Federal.

    Bolsonaro vidente nos trending topics do twitter já. Acho que toda essa história vai mascarar um pouco esses números do desemprego, Ebraim. Tem que divulgar mais, cara. Já vendeu a alma pro capeta, agora serve seu senhor direito.
    Pode deixar, assim que tiver mais informações eu posto aqui.

     Mucamo
  •  26468 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Nitro escreveu:
    Tráfico de influência

    Art. 332. Solicitar, exigir, cobrar ou obter, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem, a pretexto de influir em ato praticado por funcionário público no exercício da função.

    Pena - Reclusão, de dois a cinco anos, e multa.

    Parágrafo único. A pena é aumentada da metade, se o agente alega ou insinua que a vantagem é também destinada ao funcionário."

    :lolsuper: :lolsuper: :lolsuper: :lolsuper:
    Na verdade, Nitro, não é trafico. Tráfico é crime praticado por particular.

    Milton era funcionário público para fins penais por ser ministro do Mec. O crime é esse:

    Advocacia administrativa

    Art. 321 - Patrocinar, direta ou indiretamente, interesse privado perante a administração pública, valendo-se da qualidade de funcionário:

    Pena - detenção, de um a três meses, ou multa.

    Parágrafo único - Se o interesse é ilegítimo:

    Pena - detenção, de três meses a um ano, além da multa
    Nitro  isso

     FooFighters
  •  7524 posts
  •  

    Tulco escreveu: Milton Ribeiro: Ex-minitro diz que foi alertado por Bolsonaro de ação da Polícia Federal.

    Bolsonaro vidente nos trending topics do twitter já. Acho que toda essa história vai mascarar um pouco esses números do desemprego, Ebraim. Tem que divulgar mais, cara. Já vendeu a alma pro capeta, agora serve seu senhor direito.
    Parece que uma semana antes de o ministro ser preso, o Bolsonaro deu uma entrevista para a Leda Nagle sugerindo que se acontecesse algum caso de corrupção não seria culpa dele e aquele blablablá de sempre.

    Então, Bolsonaro já sabia e inclusive atuou para tentar minimizar os problemas que esse caso se tornou para ele.

     Nitro
  •  33279 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Mucamo escreveu:
    Nitro escreveu:
    Tráfico de influência

    Art. 332. Solicitar, exigir, cobrar ou obter, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem, a pretexto de influir em ato praticado por funcionário público no exercício da função.

    Pena - Reclusão, de dois a cinco anos, e multa.

    Parágrafo único. A pena é aumentada da metade, se o agente alega ou insinua que a vantagem é também destinada ao funcionário."

    :lolsuper: :lolsuper: :lolsuper: :lolsuper:
    Na verdade, Nitro, não é trafico. Tráfico é crime praticado por particular.

    Milton era funcionário público para fins penais por ser ministro do Mec. O crime é esse:

    Advocacia administrativa

    Art. 321 - Patrocinar, direta ou indiretamente, interesse privado perante a administração pública, valendo-se da qualidade de funcionário:

    Pena - detenção, de um a três meses, ou multa.

    Parágrafo único - Se o interesse é ilegítimo:

    Pena - detenção, de três meses a um ano, além da multa
    Porra, é verdade, Mucamo. Não lembrava que era praticado pelo particular.

     Mucamo
  •  26468 posts
  •  

    Avatar do usuário

    Nitro escreveu:
    Mucamo escreveu:
    Nitro escreveu:
    Tráfico de influência

    Art. 332. Solicitar, exigir, cobrar ou obter, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem, a pretexto de influir em ato praticado por funcionário público no exercício da função.

    Pena - Reclusão, de dois a cinco anos, e multa.

    Parágrafo único. A pena é aumentada da metade, se o agente alega ou insinua que a vantagem é também destinada ao funcionário."

    :lolsuper: :lolsuper: :lolsuper: :lolsuper:
    Na verdade, Nitro, não é trafico. Tráfico é crime praticado por particular.

    Milton era funcionário público para fins penais por ser ministro do Mec. O crime é esse:

    Advocacia administrativa

    Art. 321 - Patrocinar, direta ou indiretamente, interesse privado perante a administração pública, valendo-se da qualidade de funcionário:

    Pena - detenção, de um a três meses, ou multa.

    Parágrafo único - Se o interesse é ilegítimo:

    Pena - detenção, de três meses a um ano, além da multa
    Porra, é verdade, Mucamo. Não lembrava que era praticado pelo particular.
    Na verdade o erro nao foi nem seu em si. Foi levado ao erro porque Bolsonaro fala no video em tráfico de influencia. Enfim.

     Morci
  •  11381 posts
  •  

    Avatar do usuário

    po oq rolou esse fds

    • 1
    • 2517
    • 2518
    • 2519
    • 2520
    • 2521
    • 2527

    MENSAGENS RECENTES

    Eu já cancelaria essa ida. Tudo pra dar zic[…]

    Monark sem condições. O cara virou p[…]

    Acabou Tocantinópolis 1x0 Santa. Ontem foi […]



    O melhor conteúdo: seguro, estável e de fácil manutenção, desde 2012